.
.
.
.
.

CongeQUEM?


Oi, meu nome é Mayra. [vozes de fundo: Ooooi, mÁyra!] 

Estou sem ouvir música há 30 segundos, sem cozinhar há 5 dias e sem escrever há 22 horas.

Estou sem ouvir música há sem cozinhar há 3 sem escrev

Nã. Esses são os meus vício. Eu ouço música, cozinho e escrevo. Às vezes aos pares, às vezes uma coisa de cada vez, mas são atividades constantes na minha vida. Se estou feliz, faço uma torta de maçã ouvindo Dave Matthews e escrevo um texto sobre como as tortas de maçã me trazem boas memórias. Se estou triste, faço um bolo ouvindo o grunge mais depressivo e escrevo um texto com personagens inventadas e atitudes nem sempre tão inventadas. Às vezes escrevo uma receita com trilha sonora. É assim.

Fora isso eu traduzo algumas coisas, leio outras, afago as minhas pessoas queridas - com cafunés, textos ou receitas especiais - e vou. Pra onde eu não sei ainda, mas tô indo, porque quando tive a péssima ideia de parar foi ainda pior do que o esperado.
Não sou otimista, mas acredito que algumas coisas podem, sim, dar certo.
Tento me manter na linha "todo mundo é inocente até que se prove o contrário", mas tenho uma confiança quase cega na minha implicância. Reconheço os defeitos dos meus amigos e gosto deles assim mesmo. Reconheço os meus e lido com eles como posso. 
Analiso as pessoas e chego a conclusões absurdas - e algumas vezes corretas, o que é mais absurdo ainda. 

Vou parar de escrever antes que não sobre nada para os posts. 

Posso ser encontrada em outras redes sociais, apesar de ser levemente anti-social. O Twitter é meu segundo lar e merece respeito por ser onde eu conheci muita gente querida de verdade.
Participo do Flocos Crocantes, blog colaborativo ligado a cozinha e gastronomia e vendo caderninhos fofos no Belezhnik.


Ah, sim: eu não sou só pernas. Tenho uma cara. :)