.
.
.
.
.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

das retrospectivas musicais II


Então é natal e o que você fez? o ano term chegamos naquela época linda do ano em que todas as pessoas ficam bondosas, repassam o ano tentando lembrar onde foram boas e onde as outras foram ruins com elas. Aquele momento lindo em que eu faço meu login na Last.fm e visito todas as lamúrias e alegrias do ano que concomitantemente se arrastou e passou voando. 
A ideia era fazer exatamente como no ano passado e colocar aqui as músicas/bandas/ábuns do ano inteiro, no entanto, por ter mudado radicalmente alguns aspectos da vida nos últimos 5 meses, achei que colocar os meses anteriores seria injusto [e idêntico ao ano passado, néam?]. Como não existe a opção "5 meses" no site, tô catando a lista dos 3 últimos meses, porque é deles que eu quero me lembrar. 

Então, no top 10 dos artistas mais rodados estão:
10. Explosions In The Sky - meus queridinhos do Texas, cheios das músicas que me enchem duma caralhada de sentimentos diferentes.
09. John Frusciante - meu marido. Pra ele, casa, comida, roupa lavada, sexo selvagem e cafuné naquele cabelo sujo e desgrenhado. Amor, meusa, o mais puro e verdadeiro amor, conquistado com melodias lindas e backing vocals matadores. Beijo, Johnny, tô com a janta pronta, só te esperando!
08. Toe - os nossos japoneses são setecentas mil, novecentas e trinta e nove vezes mais fodas que os japoneses dos outros. [Isso foi contado com a ajuda de um metrônomo]
07. Jeff Buckley - se fosse vivo, teria que me dividir com o John. Surgiu na minha vida quando tudo era caos, cantou Lover, You Should've Come Over, deu uma piscadinha e me ganhou. Morreu cantando Zeppelin, gente. Há que se ter respeito.
06. Macaco Bong - power trio cuiabano que vai dominar o mundo. Vou me abster de falar mais sobre eles pra vocês não acharem que tô puxando saco dos brasileiros e tal. [fodas pa-ra-ca-ra-lho e eu vi um show de pertinho, com o pé no palco, bëyjoks]
05. Mogwai - ~meus~ pais do post rock.A banda que ainda vai me matar de susto, os caras, os fodas, o amô escocês.
04. Lenine - coisinha linda e simpática que o Nordeste nos deu de presente. O galego tem as manhas de misturar rock, baião e mpb sem errar nas proporções. Ele tem música com som de cigarra e me fez gostar dela, o que só pode significar uma coisa: fodisse.
03. Library Tapes - o ítem mais novo dessa lista me foi recomendado da seguinte forma: "ouça qualquer música da banda", assim eu fiz e não me arrependo nadinha. Música linda, música boa, prestenção.
02. Chet Baker - foi jogado na minha cara depois de anos sem receber minha atenção. Voz mansa, trompete bacana, letras bonitas e um monte de sentimento no background.
01. Jorge Drexler - dotô, vem auscultar meu peito, porfa. Antes que vocês pensem que ele está aqui só pela barba, entendam que a voz macia, as letras, parcerias bacanas e trocentas músicas boas são o ponto alto do pacote. A barba e o sotaque são brindes. :D

Vamos então aos álbuns mais executados. Não sei exatamente como o site os conta, mas acho que não é necessário que ele toque inteiro. Tô nem aí, vou listar assim mesmo.

10. Verdão e Verdinho, do Macaco Bong - o EP novo dos meninos tem 3 músicas que já chegaram metendo o pé nas portas do meu coração. Todas ama.
09. Rock Action, do Mogwai - vem cá: comprei esse disco por 10 reais, ou algo assim e cinco das oito faixas do disco me levam prum lugar melhor. Amor prensado.
08. Feelings For Something Lost, do Liibrary Tapes – coisa linda, coisa fina, coisa pra se ouvir com a luz do quarto apagada, sorrindo meio de lado.
07. Frontera, do Drexler - uruguaio conquistou meu coração, gente, posso fazer nada.
06. Fragment, também do Library Tapes - esse foi o meu preferido. É de uma delicadeza tocante. [e eu me sinto muito bissinha falando assim, mas é isso.]
05. Chão, do Lenine - esse aí é o que tem passarinho, cigarra e poema musicado do Guimarães Rosa. Delícia.
04. O Retrato Do Artista Quando Pede, do Duo Moviola - essa galera me foi mostrada recentemente e eu peguei amô logo de cara! Ouve aí Cinestar e Mal de Percussion.
03. Artista Igual a Pedreiro, do Macaco Bong - Esse disco é copo de água fresca quando se chega da rua num dia quente. É chocolate com conhaque em noite fria. E vou parar por aqui, pra não espantar vocês com as outras analogias que tenho aqui na cabeça. :D
02. Amar La Trama
01. Eco, ambos do Drexler. Como se pode observar, cantei muito em ~castechano~ esses últimos meses. Drexler faz música bonita, agradável e boa pra vários momentos. Beso pra ele!

Agora a parte que mostra um pouquinho da face ~psico~, da falta de bom senso e do quanto eu repito músicas na vida. [Começo com o número 11, porque eu sou parcial e pelo menos aqui quem manda sou eu. :D]

11. White Noise, do Mogwai - na minha humilde opinião é a melhor música do Hardcore Will Never Die, But You Will.
10. Goodbye, do Toe - eu tenho só 4 versões dessa música aqui e as ouço quase diariamente, bjoks.
09. Two Moons, também do Toe - uma música cativante. Acho que é assim que a defino.
08. I Get Along Without You Very Well, do Chet Baker - escuta isso e me diz se não é a delicadeza musicada. Não é raro acordar com ela na cabeça.
07. Fuck You Lady, do Macaco Bong - amor, amor, fodisse, amor, fodisse, fodisse, amor.
06. I Want Someone Badly, do Buckley- não sei dizer quantas vezes seguidas já ouvi essa música.
05. Japabugre
04. Morango Tango, do Macaco Bong - Já mencionei fodisse? E amor? E fodisse?
03. We All Fall In Love Sometimes, do Buckley - na verdade é do Elton John, mas nosso amigo Jeff fez a gentileza de deixá-la mais bonita. Desde que sonhei com ela, em outubro - e não a escutava havia muito tempo -, a danadinha não sai da minha cabeça. Painting worried faces with a smile. :)
02. La Trama Y El Desenlace, do Drexler - resume o que eu ando praticando e, sim, por isso a tenho escutado com tanta frequência. Amar la trama más que al desenlace.
01. I Fall In Love Too Easily, do Chet Baker - pura viadagem da minha parte, mas volto na delicadeza da burrice que ele afirma ter, nesse trompete que quer me levar e-- parei. É linda e pronto.

 Esse é um belo resumo musical dos meus últimos meses. Tudo que tá cinza é link e vou deixar o post na lateral, junto com o do ano passado. Tem um bocado de coisa boa aí, vai escutar. :)