.
.
.
.
.

segunda-feira, 3 de março de 2008

do sorriso sem tamanho

que se pena, se estuda, se sofre, se sorri, se batalha, se chora e, vez por outra, até se morre.

(ai. daqui a pouco sou eu.)



de abraços mil.

3 comentários:

Renato disse...

Ah, que legal! Parabéns Carlos!

carmim disse...

é foda mesmo, viu.

carmim disse...

mas é bom!