.
.
.
.
.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

das coisas que a gente observa

show do teatro mágico em goiânia.
foi no centro de convenções, todo mundo sentadinho e tal.
teoricamente, né?
a galera se levanta, pá, pá, pá...
depois que até a chatonilda aqui se levantou, porque não dava pra ver nada, mesmo, uma senhora me fala que a filha é deficiente visual e por isso ela foi reclamar: comprara cadeiras tão na frente para que a menina pudesse ver alguma coisa do show e agora, com todo mundo de pé, era muito difícil para a menina assistir ao show. elas estavam sentadas à minha frente e eu pude observar a dificuldade da garota.
ela usava os famosos e já bastante raros óculos de fundo de garrafa. pelo que eu entendi, ela tem pouquíssima visão, mas ainda enxerga um bocadinho. e fazia tanto esforço pra assistir ao show... colocava o visor da câmara fotográfica a cinco centímetros dos olhos, tirava os óculos e os colocava a uma distância maior, se mexia, recebia dicas da mãe sobre que parte do palco olhar em determinados momentos (ela apontava com a bengala da filha. até saiu numa das minhas fotos)... e cantava tudo. tudinho, todas as músicas. se arrepiava, gritava, levantava os braços, aplaudia. ela, definitiva e clichemente, foi ao delírio.



a não possibilidade de ver aquele show é uma coisa incômoda.
são tantas luzes, o jogo de cores, as acrobacias que os atores fazem e a menina lá, vendo (?) tudo por uma lente da espessura do meu dedo.
além de sentir um pouco de pena dela, me achei uma idiota por ter reclamado (pouquíssimas vezes, é verdade,) da minha miopia facilmente corrigida pelos óculos.








sei lá.
entende?

(mas o melhor do show não precisava necessariamente ser visto. aquele violino... putz!!)

3 comentários:

carmim disse...

nossa...entendo.

bom...

esse show é mesmo lindo!
eu tive a oportunidade de assistir em ouro preto há um tempo atrás. foi muito especial.



óquei, mayra.
pode parar com as fotos agora.
eu já entendi o quanto mal quista eu sou.

voltarei para a comunidade e ali farei meu depoimento.

hahahahahahaha

Francis disse...

em terra de cego quem tem miopia é rei. =^P

tiago araujo disse...

lembrei daquela piada:


um ceguinho e um amigo, que nao tinha os dois braços, estavam parados numa esquina conversando, a toa, quando num certo momento o maneta grita:

- noooó ceguin, ta passando uma gostosa aqui! precisa ver que peitão ela tem!

passa um tempo e o maneta solta mais uma:
puta-que-pariu-que-gostósa! olha essa ai, ceguin! ah!

mais um pouco e ele, de novo:
olha aquele bundão, ceguin...

mas antes do amigo terminar, o ceguinho, puto, grita:
-deixa de ser bobo, bracin! vai lá e aperta a bunda dela!