.
.
.
.
.

sábado, 30 de agosto de 2008

de coisas que eu gosto e desgosto

tédio nunca foi uma coisa que me matasse.
eu sou (quase) sempre uma boa companhia pra mim mesma e sempre me ajeito com leituras, música, filme, internet, cozinha...
mas hoje a coisa está grotesca.
todos os meus querido estão fora, ou em algum lugar que não me agrada, ou resolveram dormir.
que coisa!

entediada que estava, fui tomar banho. e como o banho é uma hora muito criativa pra mim, me vieram na cabeça coisas que me irritam, me dão agoniaflição e outras que me agradam muito, que me fazem sorrir. decidi escrever alguma coisa sobre isso. bora ver se rola:

  • me irrito com barulhos. gente comendo banana, macarrão ou qualquer coisa barulhenta me dá a mais agoniante aflição;
  • cabelo no ralo do banheiro. não dá. simplesmente não dá;
  • sabe aquele cidadão que não deixa tocar uma música inteira? seja no carro, na festa, em casa... não agüento;
  • papel tem que ser dobrado direitinho, com cada canto no seu canto, cada margem com a sua margem. sério, como diria a minha falecida avó, "dá giriza" de ver papel dobrado torto;
  • odeio scrap comunitário que não seja por uma excelente razão;
  • não confio em gente com aquela sobrancelha arqueada, fininha, toda tirada, sabe? aquilo me dá uma agonia indescritível

mas tem um monte de coisas de que eu gosto, também.

  • madrugada fresquinha (tá... qualquer hora de um dia fresco);
  • risada de criança me dá uma sensação tão boa... a biologia deve explicar;
  • bater papo sobre qualquer coisa com a minha mãe e a minha irmã. falar um monte de besteiras, rir o tempo todo e adotar algumas dessas coisas como piada interna eterna (né, não, maysa drizella?);
  • luluzinha com danças esquisitas, comidas gostosas (ou não...), fotos divertidas e piadas internas fortíssimas;
  • aquele primeiro beijo, quando é bom e você sorri, daí abre os olhos - só um pouquinho - e percebe qua a outra boca sorri junto;
  • ligação ou mensagem de madrugada, normalmente de amigos ébrios, anunciando aquele amor que só amigos ébrios conseguem expressar. costumo gostar de ligações, mensagens e amores sóbrios, também;
  • iogurte de baunilha com geléia de frutas vermelhas;
  • música bonita, boa, foda, tocante, raivosa, calmante. música;
  • filme de madrugada, esparramada no sofá. ou na cama. ou no chão. ou num colo.


eu, heim...
rolou não.
ócio descriativo.
=P

3 comentários:

carmim disse...

banho também é um momento criativo para mim. banho e aquele tempo antes de dormir, que a gente fica na cama pensando. sabe?

mayra, você é neurada (e eu não? mas você ganha eu acho!). mas eu gosto de você mesmo assim.

Quase disse...

Pode nao ter ficado do jeito q vc queria, mas eu achei bem util pra conhecer vc melhor! =D

Sao coisas do tipo q vc nao fala numa conversa na aula da Renata, por exemplo! ;)

beeeijo, quase!

;*

jhoythinha disse...

acho q super rolou!!!
=*