.
.
.
.
.

sábado, 27 de dezembro de 2008

das decepções


Na verdade, o título do post deveria ser "das agradáveis fortuidades da noite anapolina", ou "das pessoas que usam errado o acento prosódico do seu nome e você nem se importa", ou ainda "de ser reconhecida na porta da sinuca", ou algo assim, bonito e cheio de acasos, mas o Luiz Felipe
disse que seria esse o título, então lá foi.

O que aconteceu foi que numa mesa havia um único rosto desconhecido e esse rosto sabia quem era eu! Fiquei impressionada e lisonjeada por alguém me reconhecer, sem nunca ter me visto ao vivo, assim, e, aaah... Luiz Felipe, que prazer em te conhecer!


E quem quiser visitá-lo, pode passear aqui, ó. Ele e o Murilo fazem bem.

4 comentários:

Luiz Felipe Leal disse...

hahahah.
uma decepção bem unilateral.
fiquei feliz e tropecei em tds as palavras. vc viu.

um abraço de quem já o deu pessoalmente.

até a vista,
"obrigado"
(eu disse isso mtas vezes, né? heheh)

Luiz Felipe Leal disse...

p.s.: Máira.

Cachorro de 3 pernas disse...

QUem é esse piranho? (fala a despeitada cheia de peito)

Joyce Pfrimer disse...

Eu bem q escutei alguém te chamando de maíra!!!! Nem quis ficar por perto depois que vc corrigiu o rapaz! que bom que pelo post eu soube que ele sobreviveu!
=P