.
.
.
.
.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

do relicário


O item número um de qualquer lista de preparação de viagem - devo ter TOC. faço listas e listas antes de viajar - é "música".

Dessa vez eu resolvi não contar só com a bateria do meu querido Ipod, também conhecido como salvador da minha vida, e levar uns CDs. E como librianos têm sérios problemas com decisões, fui por CDs que eu já queria gravar (que? levar meus CDzinhos originais lindos? No way!).

Isso foi só pra contextualizar o comentário aí:


O Frusciante tem uma canção chamada Helical no delicioso The Will to Death. É bem suave, bonita, mesmo. E, mesmo sabendo o significado de "helical", eu uso o som da palavra pra achar que essa música é meio que um relicário.



Mulambo de camisa xadrez. Ai, se eu tivesse 23 dez anos atrás...

5 comentários:

Joyce Pfrimer disse...

É uma boa idéia levar o Frusciante na mala! huhuhu!

Cachorro de 3 pernas disse...

Usar HELICAL como relicário pode ser considerado um neologismo?! Faltei as aulas de linguistica e afins :P

Alan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
R.R. disse...

não sei pq, mas eu adoro ler vc...=)

=*

Bowler Hat Strange Guy disse...

Soou poético esse "...adoro ler você" acima.
:)

WTF é um Helical?
Assim... Eu sei que devia começar com um "oi, tô vivo. E você? Tá bem?", mas eu nunca vi um helical antes. Que eu saiba. Ou que eu ache, pelo menos...
:)

Beijos, Mayra!
;*