.
.
.
.
.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

do que a falta de sono me faz escrever


considerações recentes:


*eu não sei dizer, pela cara da pessoa, que carro ela tem. é assim: se eu acho que fulano tem cara de que anda num ka, fulano anda de gol; se acho que tem cara de peugeot, a pessoa compra um palio (pelo menos nesse caso específico, eu acertei a cor do automóvel) e por aí vai;

*hoje andava pelo minhocão e vi 3 baianas (TRÊS baianas daquelas de carnaval, com roupas brancas de saias rodadas!) no meio da unb. andei mais um pouquinho e vi outras duas. 30 segundos depois, um cara todo de branco. saí e no estacionamento, outras 5 - e uma era miniatura - e por fim eu vi de onde essa galera saiu: um carro onde se lia "federação brasiliense e do entorno de umbanda e candomblé". as coisas nem sempre são o que parecem ser;

*vizinhos novos são uma coisa que normalmente não me incomodam, mas quando eles resolvem furar todas as paredes mais próximas do meu quarto, passam a me incomodar (se equiparam ao vizinho-cantor);

*show da nação zumbi é bom até debaixo de chuva;

*quanto mais coisas eu tenho pra fazer, mais minha cabeça cria coisas inúteis;

*quanto menos eu durmo, mais boba eu fico. e com mais dor nas costas também.



pronto, parei.
vou ali dormir e sonhar mais uns sonhos estranhíssimos.
boa noite.

3 comentários:

carmim disse...

"*quanto mais coisas eu tenho pra fazer, mais minha cabeça cria coisas inúteis;

*quanto menos eu durmo, mais boba eu fico. e com mais dor nas costas também."


isso se aplica a mim também.

jhoythinha disse...

caramba mayra! Ta convivendo muito comigo...esse negócio de sonho estranho é contagioso...se bem que eu ando tão normalzinha!

Tati disse...

Ain, nem me fale em sonho estranho, que eu ando tendo uns cabulosos!!! Obrigada pela visita ao meu blog, querida! E pelos elogios! ^^

;o**