.
.
.
.
.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

das meninices que parecem adultices


Estavam numa tarde dezêmbrica no cerrado: o pai, a filha de 5 aninhos e o caçula, de 9 meses.

A moça, que já vai à escola e é mais sabida que muita gente grande (vide a história do bezerro: aqui, na minha versão. aqui e aqui, na da Joyce), teve aulas e explicações várias sobre o perigo da dengue e, obviamente, sobre o papel do mosquito.
Pois eis que o bebê e o pai adormecem. Quando o pai acorda, sabe-se lá quanto tempo depois, dá de cara com uma filha de olhos abertos e cara de preocupada:
_Ai, papai. Ainda bem que você acordou. Agora eu vou dormir um pouquinho e você fica de olho, pra ver se nenhum mosquito da dengue vai no meu irmãozinho, tá?



olha ela, gente!
olha ela...
=]

9 comentários:

jhoythinha disse...

ain! q vontade de apertar!
pq ela é assim???

Solin disse...

oi, sou eu novamente :)
(é que gostei daqui hehehe)

nesses momentos, dá uma vergonhazinha. uma criança mais consciente. imcorrompível.

:)

Solin disse...

congeminar é Multiplicar, né?
ahauhauahuahuahuahau

carmim disse...

nem falo nada. do conta não...

Cachorro de 3 pernas disse...

Se fosse eu com meu "irmãozinho" tava era catando mosquito da dengue pra por em cima dele :P

Luiz Felipe Leal disse...

hahahaha!
esse foi "(realmente)" muito bom, e obrigado pela "homenagem", me reatualizando nos seus títulos.
bem, vc nunca me responde, então não vou fazer um comentário interativo (eu=depressivo), mas "e saias que levam menos tecido que qualquer peça de roupa da minha afilhada." foi uma análise mto engraçada!! hehe

bem, eu tbm não sou dos piores filhos desta nossa cidade e tbm sou um daqueles com cara de 12 anos, quem sabe com sorte entro em algum lugar (e seja cumprimentado por 'alguem' lá).

ok,
um abraço.
até mais,

Luiz Felipe Leal disse...

ah!
obs: percebi agora que comentei no texto errado. meu cometpario se refere ao "das (reais) decepções". e vc deve estar dizendo assim: "- ah! sim! agora faz sentido...!"

solin disse...

já vi o significado (:$)

nathie disse...

A nãão gente, que dó.