.
.
.
.
.

domingo, 22 de março de 2009

de ser tudo meio estranho



As coisas ficam meio embaralhadas depois de saquerinhas [bem gostosas, por sinal (e viva o intercâmbio oriente-ocidente!)].
O fato é que o Saint Patrick's Day no pub foi dançando ao lado dos rapazotes do Iron Maiden. Quem precisa ir ao show dos caras quando eles vão assistir seu novo amigo cantar? E o guitarrista - perdão pela falta dos nomes: foi-se o tempo em que essa era uma preocupação da minha vida. Aliás, quantos guitarristas tem a banda hoje? - deu um apertão na minha mão na escada. Jogou a mãozorra dele em cima da minha mãozinha. Mas tudo bem, porque ele tava era tentando não ser derrubado por todas as pessoas que queriam algum pedaço do homem.



Ouvi umas histórias estranhas sobre essa noite. Pessoas de bom senso que soltaram pedreiradas tão fabulosas quanto "Seus olhos ficam beeem mais bonitos na minha cama"; outras pessoas de bom senso que machucaram orgãos íntimos de outras pessoas - cujo senso desconheço. Pessoas que beberam a noite toda com o pessoal de apoio do Iron e terminaram a noite na cama... do ex marido. Havia uma outra piada, também, envolvendo chupar o Dickinson do Bruce, Mas tem um IN ali no meio, pra tirar a graça, por isso optei por deixá-la de fora.






No intervalo pra fazer uma salada, escutei uma moça gemendo embaixo do bloco. Aliás, no meu primeiro dia aqui nesse apartamento, olhei pela janela e vi um casal se acabando no banco do carro. Podiam ter esperado anoitecer, pelo menos...


Ainda sobre a supracitada noite, me contaram que coisas estranhas aconteceram fora do quadradinho também. Quase sinto uma pontinha de ciúme, pela estranheza não compartilhada na noite, mas ah! Os filhos crescem e vão bater asas em outras paragens (de que, mesmo, eu tô falando??)

Nessa mesma noite rolou o show do Radiohead, no Rio. Queria ter ido, mas já parei de sofrer.



Vi qualquer coisa muito estranha na rua outro dia. Como não tava com agenda em mãos, pra anotar o fato, contei pra todo mundo por uns dois dias e me esqueci. Dammit!


Concernente ao tema "esquecendo as coisas", recebi uma recomendação ótima, embora nem um pouco ortodoxa: "Bata a cabeça com força contra algum material duro."

Vou anotar, pra não esquecer.



Briguinha pra esquentar a tarde de domingo. Isso libera endorfina??



Semestre começou e o RU tá em reforma. Só me vem uma música na cabeça: "E agooooooora, que faço eu da vida sem vooocê?"

6 comentários:

Cachorro de 3 pernas disse...

Eu na pista de dança (me imagine dançando)...olho pro lado "oi Bruce" e ouço de volta (tb dançando) "Oi, Cachorro" ;P

Cachorro de 3 pernas disse...

Havia pessoas de bom senso que estavam naquele pub? Ai, se a depressão pós-coito matasse...

carmim disse...

ein?

solin disse...

gente, onde vc tá?
tá bem?

solin disse...

ah, vc tava shacada, entedeu?!
rs

saque...
oriente-ocidente...

tsc tsc

Joyce Pfrimer disse...

tem muito mais coisas interessantes sobre essa noite q eu não sei! =O

ai minha curiosidade, e minha atração por noites/coisas/pessoas esquisitas!!!

=P