.
.
.
.
.

domingo, 31 de maio de 2009

da chuva inesperada


Era tarde, era frio e era junho. Era sozinha e era assim que chorava, baixinho, pra não despertar ninguém. As canções que ouvia eram leves aos ouvidos alheios, mas tinham um peso grande em seu peito. A seleção supostamente aleatória do tocador de música parecia perseguí-la com afinco.
Vez por outra se perguntava se seus olhos um dia se secariam feito o cerrado faz quando começa junho. Foi num desses momentos, logo depois de olhar pro céu e pensar "Esse céu vermelho podia trazer um pouquinho de chuva. Ela mal foi embora e eu já sinto falta", que o barulho da chuva chegou a ela. Com o cheiro de terra molhada se misturando ao do chá de morangos ainda quente e o vento cantando suave nas folhas.



Blossom, do Candlebox era a música que quase ironicamente tocava quando chegou a chuva.

E não precisam me lembrar que ainda é maio. Pra mim já é junho e ponto.




Junho chegou e misteriosamente trouxe chuva.
Que mais teria ele a trazer?


5 comentários:

Tati disse...

Ain, que lindo.... Gosto de junho por que tem uma feira tradicional aqui na cidade neste mês, a cidade toda parece que fica mais bonita e feliz.

E essa coisa de chorar baixinho, é tão minha também... Volta e meia percebo o quanto somos parecidas. Isso me deixa tão feliz!

Já é junho sim! Who's care?

:o)

seu gordo disse...

nao vou comentar so dizer que vc escreve com um olhar unico parabens

solin disse...

[não] te respondo fazendo a mesma pergunta.

esperemos..

eu tinha um colega (tinha pq nunca mais o vi) que dizia que os rádios/music players tinham uma relação secreta com seus donos. era sobrenatural, pois pareciam advinhar o que precisamos ouvir, mesmo que sob resistência.

:)

solin disse...

*chora baixinho pq talvez o nosso choro não interesse a qualquer outra pessoa q não nós mesmos e por isso, por não interessar, essas outras pessoas não entendam.
reprimem, questionam.

é assim..

Nathie disse...

literal e metaforicamente falando, chuva é uma coisa que vem do céu, mesmo.

E que venha junho! (com mais chuvas inesperadas?)

=]