.
.
.
.
.

domingo, 31 de maio de 2009

das sopas quentinhas

Tem tempo que eu ando com vontade de tomar sopa de tomate, mas como isso é coisa que eu só havia provado na versão saquinho, não sabia como preparar. Corri no São Google (padroeiro dos tradutores e cozinheiros amadores) e perguntei. Encontrei receitas diferentes, juntei o que eu achava que seria bom - e que dispensasse uma ida ao supermercado na chuva (chuuuva!!) - e montei minha própria receita (as quantidades são absolutamente flexíveis).

Here it goes:

_uns 8 tomates médios maduros;
_aproximadamente 1 litro de água morna;
_aproximadamente 4 colheres de sopa de molho pronto de tomate;
_uma cebola média picada;
_uma xícara de café de bacon picado;
_dois cubos de caldo de carne;

_suco de uma laranja pequena;
_3 colheres de sopa de farinha (usei 2 de aveia e 1 de trigo);
_2 cravos da índia;
_alho a gosto;
_manjericão fresco a gosto;
_salsinha fresca a gosto;
_pimenta do reino;

_shoyo;
_molho inglês.



Fiz assim:

Depois de pegar o ipod, prender o cabelo, arrumar a pré-bagunça da cozinha e lavar os vegetais, coloquei o bacon pra fritar numa panela grande, com um fiozinho de azeite; depois que estava frito, juntei meia cebola beeem picadinha e logo depois, o alho.
Cortei os tomates em pedaços grandes e bati no liquido-de-ficador. Como fiz isso em duas etapas, na primeira líquido-de-fiquei só o tomate e na segunda, tomate, o restante da cebola e um pouco de manjericão. Joguei tudo na panela, acrescentei os dois cubos de caldo de carne, uma colher de sopa de molho inglês, 3 colheres de shoyo, pimenta do reino, o suco de laranja , os cravos e deixei ferver por uns 20 minutos. Dissolvi a farinha em um pouco de água e juntei à sopa na panela (aqui tem que mexer bem, pra não empelotar). Acertei o tempero (mentira. Não foi necessário, mas se tivesse que acertar, teria sido nesse ponto). Acrescentei a salsinha e mais um pouco de manjericão.

Pra servir: uma colherinha de requeijão numa caneca, sopa por cima e queijo minas ralado, porque queijo e tomate são parceiros de longa data e não conseguem viver separados. E eu esqueci, mas já vou ali colocar umas gotinhas de azeite por cima de tudo.

Na segunda rodada de sopa fiz o seguinte: peguei um pão francês amanhecido, cortei-o em fatias e as dispus numa frigideira teflonada grande, já quente, sem nadica de gordura. Em 5 minutos as fatias viraram deliciosas torradinhas, crocantes e saudáveis. =D


A cara da sopa:

Sempre boa fotógrafa...


Não, não uso cachecóis como forro de mesa, mas eu precisava esconder a bagunça da escrivaninha. =P


Participaram da feitura, ajudando na trilha sonora:

Stone Temple Pilots, com Sour Girl;

AC/DC, com The Jack;
Jamiroquai, com Virtual Insanity;
Frusciante, com How Deep is Your Love;
Candlebox, com Lover, Come Back to Me, Cover Me e Understanding.


Obviamente mais gente ajudou em quase duas horas de trilha sonora, mas chega de link, né?
Bom início de semana pra vocês.
=}



E eu juro que essa sopa me aqueceu um pouquinho.

5 comentários:

Tati disse...

A cor ficou linda! Adorei a receita e a trilha sonora! Eu não sou muito de cozinhar nem nada, acho tão fofo o quanto que você é prendada! Hahahaha....

:o)

Luiz Felipe Leal disse...

hahaha, isso aqui tem de tudo mesmo!
e "café de bacon" deve ser ruim, hem?

jhoythinha disse...

hum! isso deve ter fico "bem bom"!

eu ando bem cozinhante tb, sexta fiz crepe de palmito, e sábado não fui eu quem fiz, mas aprendi a fazer sushi!

esse post deu fome!

Solin disse...

may, tu quer engordar nóis aqui né? e não adianta dizer q não engora. não acredito heheheh

:P

Raissa disse...

geeente... ficou bom demais!
- eu tomei e digo q vcs podem sentir inveja, tanto da mayra, se não sabem cozinhar e de mim pq não provaram o caldo q ela fez
ehhehe