.
.
.
.
.

sexta-feira, 7 de março de 2014

do que se vê




De longe, é suave, o rosto é quase tão redondo quanto o de um bebê. De perto, no entanto, se percebem leves marcas, vincos, sulcos que, mais que a idade, a vida deixou ali.
Sorriu, gostou do resultado, o cinzel fez um bom trabalho.