.
.
.
.
.

sábado, 14 de maio de 2011

dos parabéns



Tenho uma história triste pra contar. 

Eu tenho uma irmã, né? Ela é mais nova, mas todas as pessoas do planeta que não sabem disso em primeira mão, não acreditam. Já briguei e joguei a carteira de identidade [adornada com uma belíssima camiseta do Led Zeppelin, que não deveria ter aparecido na foto] na cara de outrem - o equivalente de bater o pau na mesa, quando se tem um. Pois bem, minha irmã e eu temos um hábito que se originou de algum defeito genético e nos faz cantar de forma zoada o parabéns nosso de todo ano. Em qualquer aniversário da família ou de amigos próximos. As crianças adoram, quando não é no aniversário delas e os adultos riem, porque já se foi a época em que olhar com  O OLHAR , herdado do meu avô, funcionava nessas ocasiões. 

Um belo dia estávamos na fazenda, com a parte da família que não poderia fazer o olhar fatal, visto que não possui o mesmo sobrenome e era aniversário de uma tia-avó, bem da divertida, por sinal. Nos aprumamos e simplesmente cantamos Parabéns pra você, parabéns pra você, parabéns pra voc-- cês entenderam, né? Acontece que um dos tios, muito puto, deu uma bronca. Como se fôssemos tivéssemos 3, e não 23 [ou qualquer idade perto disso], ele nos ensinou, com voz alterada, que deveríamos respeitar os parabéns. Ordenou que fosse cantado novamente.
A outra coisa que acontece é que esse tio não é presença constante nas nossas vidas e, portanto, não tinha ideia de que cantaríamos à nossa maneira novamente. Devo ressaltar que a aniversariante dava risada de tudo, como convém a uma pessoa adulta e bem resolvida num momento de diversão em família. Foi lindo ver a cara de ódio.
Entendam: eu não sou uma pessoa pirracenta. Mentira. Sou, sim. =D 
Fiquei observando tudo por trás dos óculos escuros imensos que a fotofobia me obriga a usar [segundo a sempre sábia Paola, é a doença mais style que existe] e tentando entender de onde uma pessoa pode tirar tanto amor pelas tradições - enquanto cantava do meu jeitinho particular. A verdade é que no fim eu discuti com esse cidadão, porque ele usou argumentos baixos, incorretos e altamente babacas pra me informar por que é que na casa dele nós deveríamos cantar de jeito X ou Y. Precisei lembrá-lo, inclusive, de que aquela casa era minha, mas tudo bem, porque eu gosto de lembrar as pessoas das coisas importantes.  Não sou uma gracinha de menina quando não canto Parabéns a você?
BUENO, eu estava rememorando essa história ontem à noite e me perguntei se nos próximos aniversários não deveríamos cantar esse equivalente anual do Hino Nacional com mais respeito. Postaremo-nos com os pés paralelos, joelhos levemente flexionados, cotovelos alinhados com a terceira costela [de baixo para cima] para manter uma regularidade na hora das palmas, que devem ser batidas em 3 X4 [o compasso, galerë, não a foto] e berrado sonoramente ♫ BORBOLETINHA TÁ NA COZINHA FAZENDO CHOCOLATE PARA A MADRINHA! ♫

Se for uma pessoa muito querida, a gente manda essa.


Moral da história: nenhuma. Eu só gosto de ser a chata.

*Aceito trabalhos como animadora de parabéns. Contatos aqui.


6 comentários:

Srta. Cor-de-Rosa disse...

HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHHAHAHAAHHA [ad eternum]

Eu SEMPRE canto de maneira zoada. Ou bem mais devagar e repetindo a primeira frase, ou mudando o tom da música constantemente (como se fosse um adolescente mudando de voz) ou, se eu não estiver inspirada, apenas grito muito alto "hey" entre os versos ("Parabéns pra você! HEY! Nessa data querida! HEY! Muitas felicidades! HEY! Muitos anos de vida! HEY! UHUUUUUUUUUUUUU!!!!)

Nih_x disse...

Eu sempre canto direitinho o Parabéns para acabar logo. Gosto mesmo é do bolo, amigs!

@sourainha disse...

ahahaahahahha imagino a cara do tio semi babaca? sempre canto zuado, samo avessa as tradições tudo.

eu deteeesto quando cantam parabéns pra mim, toda minha extroversão vai embora, morro de vergonha. normalmente eu choro, 1º porque sou uma bola de amor e muita gente linda junto me emociona 2º que assim ngm canta com quem será (tipo de amigo q eu tenho, beijo)

ah! eu ganhei o parabens pra gente muito querida, tou feliz <3

Fabiana disse...

Não contratá-la-ei, que você já é animadora da minha existência, e os parabéns 'tão no pacote.

Tati disse...

Como levar a sério uma pessoa que leva a sério a entonação ao cantar o parabéns? oO

Letícia disse...

Hahaha, que mala esse seu tio.

E pelas fotos que vi, a sua irmã não parece mais nova, parece mesmo é que vocês são gêmeas idênticas!

:***