.
.
.
.
.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

das respostas




Resposta a uma carta.


Oi. :)

Fiquei em dúvida sobre responder ou não, por conta daquele "não precisa responder". Sempre acho que isso é você não querendo feedback das coisas. E essa sou eu fazendo as mesmas coisas de sempre.
A propósito, o Luiz esteve aqui pra buscar umas coisas e disse que sente sua falta. Eu nunca entendi por que é que ele me trata como se eu fosse sua namorada ele é tão simpático comigo. É assim com todo mundo?
Você pergunta como vão as coisas e eu digo: vão bem. Tenho feito alguns cursos, viajei algumas vezes esse ano, e meus pais mudaram-se da casa para um apartamento. Dizem gostar. Eu acredito. Essa é a maior novidade. 
Não tem faltado trabalho nem música, nem comida nem vinho. Quer dizer: não me falta quase nada. 
Faz frio e isso sempre me faz lembrar de você, de como eram bacanas as noites frias.
Engraçado você me escrever falando sobre cheiros na semana em que eu descobri no armário uma amostra do perfume que você usava, ou será que ainda usa? Obviamente lembrei de você. De qualquer forma, você sabe que não uso aquela saia há tempos, porque não me serve mais, assim como a blusa preta. Suponho que tenha sido a que silkamos na época "vamos fazer camisetas das nossas bandas preferidas", né? Guardei por ter alguns sentimentos por ela, mas não a visto mais. 
Mudei, sim. Claro que mudei. Fiquei mais flexível e mais dura, ao mesmo tempo, se é que isso é possível. Essa dureza, acredite, tem  me ajudado a sobreviver. Ser boazinha não foi muito bom pra mim e você sabe bem do que estou falando. A gente precisa pôr freio nos outros.

Minha cabeça já é nostálgica e nesses dias tem sido muito pior, então não precisa se preocupar com mais uma minhoca no minhocário. 
Fico feliz e triste que você se lembre de mim com coisas banais como um perfume numa mulher qualquer às vezes. 


Espero que a carta te encontre bem.
E espero que você continue bem.
Volta logo.
Just remember: Be sound.


Um beijo,
F.


2 comentários:

Nathalie C. disse...

Todo mundo precisa de um correspondente assim.

Tati disse...

Achei FIERCE. u_u